20 de março de 2010

O Jeca de volta às Telas

Que tal fugir um pouco de todo essa febre do cinema 3D e voltar um pouquinho no tempo? O ano é 1975 e o astro do filme não tem visual despojado, nem é uma animação gráfica, é um típico ‘jeca’ brasileiro. Amácio Mazzaropi é o responsável pela saga de Pirola, em “O Jeca Macumbeiro”, um caipira que vive intrigas atrapalhadas com bom humor.



O filme fala do dia em que Pirola recebe um saco cheio de dinheiro de um velho amigo, que acredita estar à beira da morte. Sem saber direito o que fazer com aquilo, ele resolve pedir para o coronel Januário, sogro de sua filha, guardá-lo em sua casa. Ninguém sabia, mas Januário estava falido e armou planos para ficar com o dinheiro do pobre jeca. Para se safar da culpa, enganou as pessoas se fazendo passar por médium. Pirola descobre o esquema do coronel e recebe um falso espírito que estraga toda farsa. No meio de toda esta confusão, tem a crise do casamento de Filomena, filha do jeca, com Mário, filho do coronel.

O filme tem uma trilha sonora de raiz, com violas à beira de uma fogueira e chão batido. Mazzaropi foi ator, produtor, roteirista e diretor. A lista de sua filmografia chega a 17 trabalhos, um deles não concluído. Você pode conferir este filme sábado (20 de março) no projeto Cine Arte às 17 horas, no Cine Teatro Ópera. A atividade acontece quinzenalmente aos sábados, com mostras de filmes e documentários. A entrada é franca.


Jessica Paolla Bahls de Freitas


CINE-TEATRO ÓPERA: Rua XV de Novembro, nº 458.

Um comentário:

  1. Olá, que tal anunciar nosso próximo filme aí? Dona Flor e seus dois maridos...dia 10 de abril...
    se me passarem um e-mail, encaminho a arte de publicidade, em contrapartida posso divulgar o blog de vocês juntamente com o Cinearte...
    joseapariciosilva@hotmail.com

    valeu...

    ResponderExcluir